<img height="1" width="1" src="https://www.facebook.com/tr?id=1270325969674259&amp;ev=PageView &amp;noscript=1">

Cursos GRATUITOS sobre investimentos:

New Call-to-action

Blog

bmfbovespa-stock.pngThe financial market in Brazil is growing and strengthening every year. Foreign investors are unveiling the Brazilian potential and are increasingly present in trading operations at the local stock exchange.

Brazil is the largest economy in South America and one of the ten largest economies in the world. It is also a major exporter of important products - such as soybeans and coffee.

Over the past decade, the country has become one of the great agricultural powers in the world.

Even with the economic downturn caused by political instability, Brazil kept its post as an excellent option for investments. It is precisely because of its high potential productivity and profitability that the Brazilian market continues to offer great deals for investors, both long-term, short-term and Day-Trade operations.

Are you interested in investing in Brazil? Get to know the Bovespa and take advantage of business opportunities that the Brazilian market offers!

BM&F Bovespa: great history, undeniable growth

bovespa-growth.png

The Stock Exchange of São Paulo is the main one in Brazil and it’s responsible for managing all trading of open capital companies. First called Bovespa, it is the largest in Latin America when it comes to market capitalization and focuses much of the financial volume of the region.

Founded in 1890, Bovespa currently offers a wide range of investments, from stocks and indexes to commodities and investment funds. In the 2000s the Brazilian financial system was transformed to facilitate operations. Since then, the Bovespa has become a benchmark in the economic segment.

Nowadays, the operations happen primarily through the home broker technology, offering more security and agility to investors.

The merger between Bovespa and the stock of commodities and futures contracts occurred in 2008 when it created the current name for the Brazilian stock exchange: BM&F Bovespa.

Internationally, Brazil is respected for its great economic importance worldwide. The Brazilian stock market brings together huge companies such as Petrobras and Vale, and that is one of the reasons why it has the highest market capitalization in Latin America.

To get an idea, in 2010 the market value of the Bovespa companies totalized U$1.47 trillion. That year, this sum could nearly buy the six largest US companies, which together counted U$1.48 trillion.

In march 2016, even with a recession on a global scale, the BM&F Bovespa increased its profitability by more than 16%. This number corresponds to the best monthly performance of the Brazilian stock exchange since 2002.

In comparison with other stock exchanges around the globe, BM&F Bovespa’s market value worths a sum of U$ 726 billion and occupies the 13th place among the stock exchanges around the world.

Taking into account the value of all companies, the ranking of the biggest stock exchanges from around the globe is:

World's Largest Stock Exchanges 
 Position Stock Exchange Market Value
 1ª  New York Stock Exchange  U$ 13,9 trillion
 2ª  NASDAQ  U$ 4,3 trillion
3ª   Tokyo Stock Exchange   U$ 3,3 trillion
4ª   London Stock Exchange  U$ 3 trillion
5ª   Euronext (Paris, Amsterdam, Brussels and Lisbon)  U$ 2,9 trillion
6ª   Hong Kong Exchanges and Clearing Limited  U$ 2,8 trillion
7ª   Shangai Stock Exchange   U$ 2,6 trillion
8ª   Toronto Stock Exchange  U$ 2 trillion
9ª   Frankfurt Stock Exchange  U$ 1,9 trillion
10ª   Sidney Stock Exchange  U$ 1,3 trillion
11ª   National Stock Exchange of India  U$ 1,1 trillion
12ª   Zurich Stock Exchange  U$ 900 billion
13ª   BM&F Bovespa  U$ 726 bilhões

Investors in Brazil’s stock market are increasing

bmfbovespa-investidor.jpg

Brazilians are becoming more aware and more interested in exploring more profitable investments.

Saving accounts are not good options anymore and investing money in the financial market has become an excellent alternative to maximize profits and minimize losses. New forms of investments in the stock market, previously seen as an exclusivity of wealthy people, are gaining more and more participants.

Research data published in 2016 by BM&F Bovespa showed that the number of active people in the Brazilian stock exchange grew substantially in recent years.

From 2002 to 2016, the number of people registered in BM&F Bovespa rose more than six times.

The number increased from 85 thousand to 560 thousands people registered. Women are still a minority, but their presence on the BM&F Bovespa grew more than eight times in this period.

In the last 14 years, there were more than 110 thousand of new female registrations to operate in the Brazilian financial market.

Foreign investors are also very present in the transactions of the Stock Exchange in Brazil: over the past 20 years, the trading monthly average by people from outside the country grew 52 times. In 2015, foreigners accounted for over 50% of the trading monthly average in BM&F Bovespa.

An example of the relevance of foreign investors in the Brazilian market is the decline of financial volume during important holidays abroad, as the Independence Day in the United States.

On the 4th of July, the US stock exchanges are closed and the brazilian stock exchange usually have less liquidity, as foreign investors account for great part of the daily transactions.

Investors, both national and international, canevaluate the economic performance of the main companies listed in BM&F Bovespa by the Bovespa Index. Also known as Ibovespa, it shows the behavior of important stocks traded in the Brazilian stock exchange, therefore Ibovespa is considered the most important performance indicator of the Brazilian stock market.

bovespa-5.jpg

Currently, the Bovespa Index is composed of more than 60 stocks. Among the main assets traded at BM&F Bovespa are stocks of large companies such as:

To help understand the economic magnitude of these companies: the listed assets above concentrated almost 50% of the total traded in BM&F Bovespa in march 2016.

Vale: major role in the global mining sector

bovespa-vale5.png

Vale is a great example of perceiving the potential of the Brazilian companies. It is among the three largest mining companies in the world and its market value has surpassed U$ 24 billion.

One of the largest in the private sector, Vale’s assets are traded on several international stock exchanges such as New York, Euronext and Hong Kong.

In many segments of the mining industry, Vale is a reference of quality. The company is the world's largest producer of the following goods:

  • Iron ore
  • Pellets
  • Nickel

Much of its production is destined for three major regions in the world:

  • Asia: responsible for over 50% of the production of Vale. China is the country that demands the most of its products;
  • South America: nearly 20% of production;
  • Europe: over 16% of what is produced by the company

Despite the difficulties regarding licensing and environmental impacts of its activities, Vale is considered an excellent business option for many investors.

The company has highly qualified management, is a corporate governance model and offers high-value assets. All these aspects prove that Vale is able to face even the most challenging times.

Petrobras: great potential in the oil industry

como-comprar-ações-da-petrobras.png

One of the most relevant Brazilian company is the oil producer Petrobras. Foreign investors are always attentive to the company's news and it is worth the effort.

Only in march of this year, Petrobras’ stocks (PETR4) negotiated more than U$ 212 million, corresponding to 8.5% of the entire BM&F Bovespa. Four months before, this number was inferior to 6% and totalized less than a half of the amount in march of 2016.

The company is controlled by the Brazilian government and operates in exploration, production, refining, commercialization and transportation of oil, natural gas and biofuels.

Currently, Petrobras is present in 18 countries around the world and produces more than 2.5 million barrels of oil per day.

The main Petrobras’ line for investments is the exploration of the Pre-salt layer in the coast of the country. Since the discovery in 2006, the company has been investing heavily in this project. One of the new fields of exploration, the area of Libra, has demonstrated high production potential.

Although the first barrels produced in Libra will enter the market only in a few years, Petrobras has big plans for the initiative. The corporation plans to invest more than U$ 130 billion in the project and the expectation is that it can raise about U$ 300 billion over the next 30 years.

In June 2016 the production of pre-salt oil broke the record of 1 million barrels per day.

Of this total, 40% of the production came from oil wells in the area of Campos and Santos, furthermore, the company is responsible for 70% of all the volume extracted.

The pre-salt exploration projects are the main focus of the company and receive great amounts of investments. The optimist prospects do have a justification: the gradual increase of the production is strategically important to future businesses.

The improvement in the profitability is one of the factors that can help Petrobras to recover from the recent political and economic adversity.

Now that is more explicit the magnitude of the Brazilian economy, start to invest in the BM&F Bovespa! Do as many foreign investors: take advantage of the best business opportunities that the Brazilian market offers.

Learn how to invest with Toro Radar and know how to identify the most rentable opportunities in the Brazilian stock exchange.

Agora veja o conteúdo em Português!

BM&F Bovespa - A impressionante bolsa de valores brasileira

bmfbovespa-mercado.png

O mercado financeiro no Brasil vem crescendo e se fortalecendo a cada ano. Investidores estrangeiros estão percebendo a potencialidade dos brasileiros e estão cada vez mais presentes nas operações da Bovespa.

O Brasil é uma das maiores economias da América do Sul e a décima maior economia no mundo. É também um grande exportador de produtos importantes - como soja e café.

Nos últimos dez anos, o país se tornou uma das maiores potências agrícolas do mundo.

Mesmo com a desaceleração econômica causada pela instabilidade política, o Brasil manteve seu posto como ótima opção para investimentos. É justamente por conta de seu alto potencial de produtividade e rentabilidade que o mercado brasileiro continua se mostrando um excelente negócio para os investidores, tanto para operações de longo e curto prazo, quanto de Day-Trade.

Tem interesse de investir no Brasil? Conheça melhor a Bovespa e aproveite as oportunidades de negócio que o mercado brasileiro oferece!

Faça já nosso curso completo e gratuito!

Aprenda a investir na Bolsa de Valores

BM&F Bovespa: excelente histórico e crescimento inegável

bmfbovespa-crescimento.png

A Bolsa de Valores de São Paulo é a principal do Brasil e é responsável pelo gerenciamento de todas as negociações das ações de empresas de capital aberto do país. Primeiramente denominada Bovespa, é a maior da América Latina em valor de mercado e concentra grande parte do volume financeiro movimentado na região.

Criada em 1890, a Bovespa atualmente oferece uma grande diversidade de investimentos, desde ações e índices a commodities e fundos de investimentos. A partir dos anos 2000 o sistema de bolsas de valores brasileiras foi integrado para facilitar as operações. Desde então, a Bovespa tornou-se referência no segmento.

Hoje em dia, as operações são feitas primordialmente através de plataformas de home broker, oferecendo mais segurança e agilidade aos investidores.

A fusão entre a Bovespa e Bolsa de Mercadorias e contratos futuros ocorreu em 2008, quando foi criada a denominação atual para a bolsa brasileira: BM&F Bovespa.

Internacionalmente, o país é respeitado por sua grande importância econômica em âmbito mundial. A bolsa brasileira congrega grandes empresas, como a Petrobras e a Vale, e esta é uma das razões para que a Bovespa figurar como a maior capitalização de mercado da América Latina.

Para se ter uma ideia, em 2010 o valor de mercado das empresas listadas na Bovespa totalizava US$ 1,47 trilhões. Naquele ano, esse valor quase daria para comprar as seis maiores empresas norte-americanas, que juntas somavam US$ 1,48 trilhões.

De acordo com a Economática, em março de 2016, mesmo com uma recessão em escala global, a Bovespa aumentou sua rentabilidade em mais de 16%. Esse número corresponde ao melhor desempenho mensal da bolsa brasileira desde 2002.

Em relação à demais bolsas de valores ao redor do globo, a BM&F Bovespa valor agregado de U$ 726 bilhões e figura na 13ª posição entre as principais bolsas de valores do mundo.

Levando-se em consideração o valor agregado de todas as empresas listadas, o ranking das maiores e mais importantes bolsas do mundo é:

   Maiores Bolsas do mundo
 Posição  Bolsa  Valor Agredado
 1ª  New York Stock Exchange  U$ 13,9 trilhões
 2ª  NASDAQ  U$ 4,3 trilhões
3ª   Tokyo Stock Exchange   U$ 3,3 trilhões
4ª   London Stock Exchange  U$ 3 trilhões
5ª   Euronext (Paris, Amsterdam, Brussels and Lisbon)  U$ 2,9 trilhões
6ª   Hong Kong Exchanges and Clearing Limited  U$ 2,8 trilhões
7ª   Shangai Stock Exchange   U$ 2,6 trilhões
8ª   Toronto Stock Exchange  U$ 2 trilhões
9ª   Frankfurt Stock Exchange  U$ 1,9 trilhões
10ª   Sidney Stock Exchange  U$ 1,3 trilhões
11ª   National Stock Exchange of India  U$ 1,1 trilhões
12ª   Zurich Stock Exchange  U$ 900 bilhões
13ª   BM&F Bovespa  U$ 726 bilhões

 

Quantidade de investidores na bolsa brasileira está cada vez maior

bmfbovespa-investors.jpg

Os brasileiros estão cada vez mais atentos e mais interessados a conhecer investimentos mais rentáveis.

A poupança deixou de ser uma opção interessante e investir dinheiro passou a ser uma excelente alternativa para maximizar lucros e minimizar prejuízos. Novas modalidades de investimentos na Bolsa de Valores, antes tida como algo exclusivo dos ricos, vêm ganhando cada vez mais participantes.

Dados divulgados em 2016 comprovam que o número de pessoas ativas na Bovespa cresceu bastante nos últimos anos.

De 2002 a 2016 a quantidade de pessoas cadastradas na bolsa brasileira subiu mais de seis vezes.

O número aumentou de 85 mil para 560 mil pessoas inscritas. As mulheres ainda são minoria, mas sua presença na BM&F Bovespa cresceu mais de oito vezes nesses período.

Nos últimos 14 anos foram mais de 110 mil novas mulheres cadastradas para operar na bolsa brasileira.

Os investidores estrangeiros também estão bastante presentes nas transações da Bolsa de Valores no país.

Nos últimos 20 anos, a média de movimentação mensal feita por pessoas de fora do país cresceu 52 vezes. Em 2015, os estrangeiros foram responsáveis por mais de 50% da média mensal de movimentação na Bovespa.

Um exemplo da importância dos investidores estrangeiros na bolsa brasileira é a diminuição do volume financeiro movimentado durante feriados importantes no exterior, como o dia da independência nos Estados Unidos por exemplo.

No 4 de julho, as bolsas norte-americanas estão fechadas e a Bovespa costuma ter menos liquidez, já que os investidores estrangeiros são responsáveis por grande parte das movimentações diárias.

Investidores nacionais e internacionais podem avaliar o desempenho econômico das principais empresas listadas na BM&F Bovespa pelo Índice Bovespa. Também conhecido como Ibovespa, este índice mostra o comportamento das principais ações negociadas na bolsa de valores brasileira e, portanto, é considerado o indicador de desempenho mais importante do mercado de ações brasileiro.

Atualmente, o Índice Bovespa congrega ativos de aproximadamente 60 empresas. Entre os principais ativos negociados na BM&F Bovespa estão ações de grandes companhias como:

Para se ter uma ideia da grandeza econômica destas empresas: os ativos listados acima concentraram quase 50% do total negociado na Bovespa em março de 2016.

Vale: papel de destaque no setor de mineração mundial

como-investir-dinheiro-vale.jpg

A Vale é um bom exemplo da potencialidade das grandes empresas brasileiras. Ela está entre as três maiores mineradoras do mundo e seu valor de mercado já passa dos U$ 24 bilhões.

Uma das maiores do setor privado, a Vale é negociada em várias bolsas internacionais, como a de Nova Iorque, Euronext e Hong Kong.

Em vários segmentos da mineração a Vale é uma referência de qualidade. A empresa é a maior produtora do mundo das seguintes mercadorias:

  • Minério de ferro
  • Pelotas
  • Níquel

Grande parte de sua produção é destinada para três grandes regiões no mundo:

  • Ásia: é responsável por mais de 50% da produção da Vale, sendo a China o país que mais demanda seus produtos
  • América do Sul: com quase 20% da produção
  • Europa: com mais de 16% do que é produzido pela empresa

Apesar das dificuldades em relação a licenciamentos e impactos ambientais de suas atividades, a Vale é considerada uma excelente opção de negócio por muitos investidores.

A empresa possui gestão altamente qualificada, é modelo de governança corporativa e oferece ativos de alto valor. Todos estes aspectos fazem com que a Vale se mostre apta a enfrentar momentos desafiadores.

Petrobras: grande potencial na indústria petrolífera

como-comprar-acoes-da-petrobras-1.pngUma das empresas brasileiras mais relevantes é a produtora de petróleo Petrobras. Os investidores estrangeiros estão sempre atentos às novidades da empresa e não é a toa.

Só nos mês de março deste ano, as ações da Petrobras (PETR4) movimentaram mais de U$ 212 milhões, correspondendo a 8,5% do total da Bovespa. Quatro meses antes, este número era de menos de 6% totalizando 330,9 milhões de reais movimentados em março de 2016.

A empresa é controlada pelo governo brasileiro e atua nas áreas de exploração, produção, refino, comercialização e transporte de petróleo, gás natural e biocombustíveis.

Atualmente, a Petrobras está presente em 18 países ao redor do mundo e produz mais de 2,5 milhões de barris de petróleo por dia.

Uma das apostas da Petrobras que vem dando certo é a exploração da camada de pré-sal em seu litoral. Desde a descoberta em 2006, a empresa vem investindo alto neste projeto. Um dos novos campos de exploração, a área de Libra, já demonstrou alto potencial de produção

Apesar de os primeiros barris produzidos em Libra entrarem no mercado somente em alguns anos, a Petrobras possui grandes planos para a iniciativa. A estatal pretende investir mais de U$ 130 bilhões no projeto e a expectativa é de que ele consiga arrecadar cerca de U$ 300 bilhões pelos próximos 30 anos.

Em junho a produção de óleo do pré-sal bateu o recorde de 1 milhão de barris por dia.

Deste total, 40% da produção é oriunda de poços nas bacias de Campos e de Santos e a empresa é responsável por 70% de todo o volume extraído.

Os projetos de exploração do pré-sal são o foco principal da empresa e também os que mais recebem investimentos. E o entusiasmo da estatal tem fundamento: o aumento gradual da produção tem grande relevância estratégica para negócios futuros.

A melhoria da rentabilidade é um dos fatores que podem ajudar a Petrobras a se recuperar da recente adversidade política e econômica.

Agora que já percebeu a magnitude da economia brasileira, comece a investir na BM&F Bovespa! Faça como muitos investidores estrangeiros: aproveite as melhores oportunidades de negócio que o mercado brasileiro oferece

Aprenda como investir seu dinheiro com a Toro Radar e saiba identificar as melhores possibilidades de lucro na bolsa de valores brasileira.

Junte-se gratuitamente a mais de 5.000 investidores e faça seu cadastro!

Acessar análise Toro Radar

Receba atualizações

E-book Guia completo do Investidor Iniciante

Últimos artigos

New Call-to-action