Blog

Entenda a importância de controlar suas finanças para realizar seus sonhos

controle-financeiro-pessoal

Atualmente, grande parte dos brasileiros está valorizando cada dia mais o dinheiro que ganha. Um dos motivos para isso estar acontecendo é a situação econômica do país que não anda muito boa.

Sendo assim, muitos estão criando a consciência que é preciso saber investir melhor o seu capital para que o rendimento seja cada vez melhor. Porém, antes de partir para a ação, é preciso dar um passo para trás. Afinal, não adianta nada pensar em bons investimentos se as suas finanças pessoais não vão bem.

A verdade é que o brasileiro ainda peca muito no que diz respeito ao seu controle financeiro pessoal. E este aspecto tem sido algo cada vez mais importante, tanto para ter uma vida financeira saudável quanto para investir em sonhos e planos futuros.

Como sabemos que nem sempre é fácil se organizar em relação a isso, o Saia do Lugar, parceiro convidado da Toro Radar, preparou esse post para aprofundar um pouco mais neste tema.

Continue lendo para aprender:

  • O que é controle financeiro pessoal
  • Qual a importância de cuidar das finanças
  • Quais são os benefícios de fazer o controle financeiro pessoal
  • Dicas práticas para manter as finanças em dia

O que é controle financeiro pessoal?

A palavra “controle” pode ser aplicada em diversos contextos. No tema que estamos abordando, ela significa ter o controle da situação, ou seja, dominar ou ter poder sobre o que está acontecendo.

Sendo assim, o controle financeiro pessoal nada mais é do que tomar as rédeas da sua própria vida financeira a fim de projetá-la de uma maneira positiva.

Falando mais especificamente, ele é uma maneira de organizar todas as entradas e despesas de capital de uma pessoa.

Qual a importância de fazer esse controle?

No geral, a grande importância de fazer um controle financeiro é poder entender melhor o quanto tem-se de ganho, juntamente com o quanto se gasta, para facilitar uma melhor compreensão da sua saúde financeira.

Afinal, para quem almeja a independência financeira, ter o domínio e o controle das próprias finanças é um dos pontos essenciais para isso acontecer. Até porque, dessa maneira é possível manter-se longe de uma realidade que dificulta esse processo, tal como os juros de empréstimos e cartões de crédito, por exemplo.

Além disso, com essa prática é muito mais viável fazer planos baseados nos seus objetivos e sonhos. Você não gostaria de planejar quando comprar um carro novo ou quando serão as próximas viagens de férias? Isso tudo é possível! Basta controlar suas finanças com disciplina.

É até redundante dizer isso, porém é importante: com o controle financeiro pessoal, uma pessoa torna-se cada vez mais imune ao endividamento.

Quais são os benefícios de fazer o controle financeiro pessoal?

Para reforçar a importância desse tipo de prática ou hábito, vamos listar rapidamente alguns benefícios que ele pode gerar para a sua vida pessoal:

1) Poder pagar suas contas de forma tranquila, sem a necessidade de procurar por empréstimos;

2) Conseguir atingir seus objetivos e metas financeiras de forma mais ágil;

3) Conhecer melhor como são os seus hábitos de consumo;

4) Ter uma relação saudável com o dinheiro, não vivendo em função dele e sim ele em função de você, proporcionando a realização de sonhos e conquistas;

5) Adquirir consciência sobre a sua situação financeira, ou seja, o quanto você recebe, o quanto você gasta e também qual a sua capacidade de economizar a cada mês;

6) Obter informações em tempo real sobre a verdadeira condição de suas finanças;

7) Poder formular estratégias para vencer qualquer desafio financeiro que surgir, como por exemplo, uma dívida que precisará ser paga;

8) Entender quais são os investimentos mais adequados para o seu padrão de vida e o seu perfil como investidor;

9) Caso seja preciso tomar empréstimos ou se endividar por algum motivo, será possível realizar isso de uma maneira que cause o menor impacto na sua vida;

10) Não ser pego de surpresa com despesas não planejadas ou inesperadas;

11) Empoderar-se a nível de poder se planejar também a médio e longo prazo, executando planos financeiros que tenham objetivos ambiciosos.

Como ter as finanças pessoais sob controle?

dicas-controle-financeiro-pessoal

Agora que você entendeu melhor a importância de ter um controle rígido sobre as suas finanças pessoais e também conhece os seus benefícios mais a fundo, preparamos algumas dicas para colocar isso em prática hoje mesmo!

1 - Faça um controle mensal

Você já deve ter percebido que o período de controle ideal para as finanças pessoais é o mensal. Afinal, as entradas e saídas acontecem durante esse intervalo de tempo. Portanto, é necessário acompanhar com disciplina as suas despesas e receitas nessa periodicidade.

Até porque, você nunca saberá realmente como é seu orçamento se não realizar um estudo como esse de perto. E isso pode dificultar planejamentos para realizar sonhos futuros, tal como comprar um carro novo.

Não precisa de muita coisa para começar, basta utilizar uma planilha que documente quais são as contas a pagar e também os valores a receber.

2 - Priorize suas compras

A segunda dica é verificar o que é essencial e o que é totalmente dispensável em seu orçamento pessoal. Fazendo isso, você evita comprometer o seu orçamento com compras que não pode pagar, gerando uma futura dívida.

Dessa maneira, é totalmente possível investir em itens que também são importantes a longo prazo, tal como a sua aposentadoria.

3 - Transforme gastos variáveis em fixos

Um dos grandes vilões de qualquer planejamento financeiro são os gastos considerados variáveis. Mas quem são eles? São aqueles que você não tem noção do quanto vai ser todo mês. Quer um exemplo? Aquela cervejinha com os amigos todo fim de semana ou aquele convite irresistível para ir ao cinema de última hora.

Esse tipo de gasto pode variar muito dependendo de pessoa para pessoa, então a dica é fixar um valor para ele e ter a disciplina para controlá-lo todo mês!

Isso ajudará muito a não ter surpresas no futuro ou ter que adiar planos por causa de gastos realizados de forma excessiva.

4 - Defina metas para economizar

Definir metas é uma maneira interessante e efetiva de construir o futuro para qualquer coisa que ela seja aplicável, na parte financeira isso não é diferente e inclusive se aplica muito bem!

Então, estabeleça metas de economia para que seja possível fazer planos futuros ou guardar dinheiro para qualquer tipo de emergência que poderá surgir.

Seguindo essa dica, você garante um sono mais tranquilo, pois saberá que não precisa se preocupar com o futuro ou qualquer imprevisto indesejável que possa acontecer.

5 - Atente-se aos seus hábitos

Muitas vezes as contas podem estar apertadas todo final de mês por uma simples questão de hábitos errados. Ou seja, você pode estar perdendo dinheiro devido há alguns comportamentos que fazem você gastar mais dinheiro.

Nesse sentido, caso você ainda não faça isso, sugerimos atentar-se a dois deles que são importantes e saudáveis:

  • Comparar preços, visto que é muito fácil fazer isso através da internet, por exemplo, antes de sair comprando qualquer coisa por aí;
  • Fazer uma reflexão se precisa mesmo de qualquer item que deseja adquirir, até porque muitas vezes é possível notar que a compra em questão trata-se de um desejo repentino que levará a adquirir algo supérfluo.

6 - Saiba utilizar o cartão de crédito

Outro grande vilão do controle das finanças é o cartão de crédito! Muitos dizem que é preciso eliminá-lo de nossas vidas, mas isso não é verdade, basta saber utilizá-lo com sabedoria.

Até porque fazer isso não é muito difícil, pois a questão que afeta o orçamento nesse assunto é a possibilidade de realizar o parcelamento de compras.

Então, antes de parcelar qualquer coisa é preciso entender que esse ato gera a aquisição de uma dívida. Sendo assim, antes de optar pelo parcelamento, verifique se você tem capacidade de arcar com ela durante o período de parcelamento.

7 - De preferência pelas compras à vista

Aproveitando que falamos do parcelamento do cartão de crédito, uma sugestão bem pertinente é optar por compras à vista sempre que possível.

Os benefícios dessa modalidade são bem claros:

  • Você não adquire uma dívida por um longo período de tempo, pois irá pagar a compra de uma só vez;
  • A possibilidade de obter um bom desconto é muito maior e poderá tornar a compra relativamente mais barata. Seu bolso agradece!

8 - Faça da tecnologia sua grande aliada

Todos sabemos que a tecnologia está ajudando cada vez mais as pessoas a encararem à sua rotina com mais agilidade, simplicidade juntamente com um toque de inovação.

É claro que as finanças pessoais e o controle financeiro não ficaram de fora desse movimento! Hoje existem algumas plataformas que podem te ajudar com a tarefa de criar um controle financeiro pessoal. Aproveite os benefícios que elas podem proporcionar para o seu dia a dia!

Esperamos que após essa leitura, você tenha percebido que o controle financeiro pessoal é muito mais que um hábito ou uma rotina e sim uma boa prática. Saiba que isso pode ser um grande alicerce para que você possa começar a investir seu dinheiro de uma maneira melhor e mais proveitosa.

Gostou desse artigo? Então, aproveite essas dicas para cuidar melhor das suas finanças e encontrar os melhores investimentos.

Saiba como valorizar seu dinheiro de forma inteligente!
Conheça os investimentos que são mais interessantes que a poupança

Guia completo do investidor iniciante - Ebook

E-book Guia completo do Investidor Iniciante

Últimos artigos

New Call-to-action