Blog

Conheça agora o Fundo Garantidor de Crédito e saiba como fazer seus investimentos com maior segurança nos seus títulos.

O que é FGC?

fgc-fundo-garantidor-de-credito

O Fundo Garantidor de Crédito é uma entidade privada, sem fins lucrativos, que administra os mecanismos de proteção aos investidores frente às instituições financeiras associadas a ele.

FGC: Para que serve?

Ele serve para manutenção da estabilidade do Sistema Financeiro Nacional, protegendo depositantes e investidores e prevenindo o país de uma crise sistêmica bancária.

É também função do Fundo a contratação de operações de assistência ou de suporte financeiro incluindo operações de liquidez com as instituições associadas, podendo ser realizado diretamente ou por intermédio de empresas indicadas.

Com estes procedimentos o FGC contribui para o maior alcance de boas opções de investimento no mercado para os investidores brasileiros.

As instituições associadas ao fundo podem ser bancos, sociedades de crédito e sociedades de crédito imobiliário, companhias hipotecárias e associações de poupança e empréstimo.

Limite FGC: Quanto ele garante?

O Fundo Garantidor de Crédito possui dois tipos de garantia, que são:

1) Garantia Ordinária

Garante até o valor de R$1 milhão por CPF e por instituição financeira, por intervalo de 4 anos, considerando o montante principal e juros. Vale destacar que esse valor foi atualizado em dezembro de 2017. Além disso, também é importante saber que, em caso de conta conjunta, o valor é divido igualmente entre os titulares.

2) Garantia Especial

Garante até o valor de R$20.000.000,00 (vinte milhões de reais) considerando também o montante principal e juros. No caso de conta conjunta o valor da garantia é limitado por conta e o valor ressarcido é divido igualmente entre os titulares. O crédito que pode utilizar esta garantia especial é o Depósito a Prazo com Garantia Especial (DPGE).

Saiba como investir com segurança e rentabilidade - Baixe o Guia Gratuito
Guia completo do investidor iniciante - Ebook

FGC: O que ele garante?

Dentre vários ativos e operações financeiras o Fundo Garantidor de Crédito garante o ressarcimento em até duzentos e cinquenta mil reais para os produtos de Renda Fixa mais procurados pelos investidores como:

  • CDB - Certificado de Depósito Bancário
  • Letra de Câmbio
  • LCI - Letra de Crédito Imobiliário
  • LCA - Letra de Crédito do Agronegócio

Vale informar a título de curiosidade que a garantia do Fundo Garantidor de Crédito não se aplica a Títulos do Tesouro, pois estes são garantido pelo próprio Tesouro Direto, e nem para Debentures, pois elas não são emitidas por Instituições Financeiras.

Como é o procedimento caso precise utilizar o FGC?

fgc-fundo-garantidor-de-credito-procedimento

Com certeza ninguém deseja ver uma instituição financeira decretar falência, mas se isso vier a acontecer é preciso estar preparado como investidor. Então vamos mostrar através de um passo a passo como é simples o procedimento, caso seja necessário utilizar a garantia do FGC. Funciona da seguinte forma:

1. O banco que sofreu a intervenção gera uma listagem ordenada por CPF/CNPJ de seus investidores que serão beneficiados pela garantia. Na lista o banco especifica o valor que cada cliente deve receber.

2. Os pagamentos serão realizados através de um banco pagador escolhido pelo próprio Fundo Garantido de Crédito. Normalmente são realizados em bancos próximos a agências do banco que foi liquidado.

3. O beneficiário deverá comparecer a agência com os devidos documentos para assinar quatro vias do Termo de Cessão de Créditos ao FGC. Esse procedimento é realizado pois não é permitido que o crédito seja transferido diretamente para a conta corrente do beneficiário.

4. Após assinatura do termo o valor devido será repassado ao aplicador. Nesta operação não haverá cobrança alguma de tarifas para o investidor.

O FGC funciona?

Sim! Além de funcionar, o Fundo Garantidor de Crédito é uma instituição bastante confiável que existe desde 1995. Nos últimos 19 anos ele proporcionou a 100% dos investidores que aplicaram em instituições associadas que sofreram quebra, liquidação ou intervenção, o recebimento do valor que é garantido. Até hoje já foram ressarcidos pelo fundo mais de quatro mil cento e cinquenta investidores no Brasil, sendo que a primeira vez que aconteceu foi em 21/03/1996 quando o banco Dracma S.A. foi liquidado.

Por isso na hora de investir recomendamos que escolha os produtos garantidos pelo FGC e que são emitidos por instituições associadas a ele. Se estiver precisando de ajuda para escolher os melhores investimentos conte com a equipe de analistas do Toro Radar.

 Conheça os melhores investimentos e as melhores rentabilidades do mercadoGuia completo do investidor iniciante - Ebook

Se ficar alguma dúvida sobre o Fundo Garantidor de Crédito ou sobre qualquer assunto ligado a investimentos deixe abaixo o seu comentário que iremos ajudá-lo.

E-book Guia completo do Investidor Iniciante

Últimos artigos

New Call-to-action