<img height="1" width="1" src="https://www.facebook.com/tr?id=1270325969674259&amp;ev=PageView &amp;noscript=1">

Cursos GRATUITOS sobre investimentos:

New Call-to-action

Blog

Hedge - Você sabia que é possível investir com mais segurança?

hedge-o-que-e

Se você acompanha o mercado ou está começando seus investimentos, você provavelmente já ouviu este termo antes. O Hedge é um importante termo utilizado no mercado financeiro para se referir a proteção.

Isso mesmo! Ele é um mecanismo que tem objetivo de proteger operações financeiras com exposição a grandes variações de preços, protegendo o investidor do chamado risco de mercado, ou seja, do risco de exposição a volatilidade de determinados ativos.

Por isso este é um assunto de extrema importância e que todo investidor deveria saber. Neste artigo você entenderá tudo sobre estas operações de proteção:

  • O que é Hedge
  • Como funcionam as operações
  • Como você pode aplicá-lo aos seus investimentos
  • O fantástico Mercado Futuro

Hedge o que é?

A estratégia do Hedge consiste em assumir uma posição comprada ou vendida em um derivativo (Contratos Futuros, Opções, Termo) ou investimento, visando minimizar ou eliminar o risco de outros ativos como:

Geralmente essas operações são realizadas através da BM&F (Bolsa de Mercadorias & Futuros) e como já mostrado o objetivo do investidor que realiza essas operações é se proteger contra a oscilação dos preços. Ou seja, ele não se preocupa com a obtenção de lucros ao fim da operação, mas sim com a garantia do preço de compra ou venda de determinada mercadoria em data futura.

Imagino que as informações ainda estejam um pouco confusas, especialmente se você ainda não sabe como investir na Bolsa de Valores, mas não se preocupe! Ao longo deste artigo veremos exemplos práticos de como essa ferramenta é utilizada no mercado e isso irá ajudá-lo a compreender melhor esta operação e aprender como investir com maior segurança.

Quer entender melhor as estratégias de investimento?
Aprenda a investir na Bolsa de Valores - Veja um guia completo!

hedge-significado

Hedge significado

Este termo tem origem no inglês e significa “cerca e limite”. É por isso que no mercado de capitais ele ganhou significado referente a proteção, cercando e limitando os preços de determinado ativo.

Esta estratégia é utilizada por investidores experientes especialmente no que diz respeito a ativos que sofrem grandes variações em suas cotações no mercado.

Historicamente, essa ferramenta surgiu para suprir a necessidade dos produtores de fixar o preço para a venda de seus produtos. Em contrapartida, havia também a necessidade dos comerciantes (distribuidores) de obter um preço fechado para a compra dos mesmos.

Faça como os investidores experientes.
Aprenda a se tornar um investidor de sucesso em um Ebook gratuito.

Guia de sucesso na Bolsa de Valores

Como funcionam essas operações

Essas operações são utilizadas principalmente por produtores agrícolas. Eles usam dessa estratégia para se proteger do cenário de indefinição do preço futuro das commodities e também de forte oscilação do preço destes produtos no mercado.

Veja um exemplo de uma operação com produtores de milho na compra de opções:

Vamos supor que na entressafra o preço do milho campinas esteja cotado a R$35,00Os produtores de milho não tem certeza se ele estará valendo mais, igual ou menos na época da colheita. Então, para garantir o preço atual, o produtor compra uma opção de venda de R$35,00.

Ou seja: O produtor compra o direito (mas não a obrigação) de vender o contrato de milho no preço atual com vencimento no período de colheita.

Dessa forma:

  1. Se a cotação do milho cair, haverá prejuízo com a colheita, mas será garantido o preço de seus contratos futuros a R$35,00 na BM&F Bovespa.

  2. Se o milho se valorizar, ficando acima de R$35,00, eles não são obrigados a exercer o seu direito de vender os contratos neste preço, e poderão vender o milho da colheita com valor mais alto.

Sendo assim, esta operação em compra de opções protegeu os produtores da indefinição do preço do milho no futuro.

hedge-como-fazer

Hedge como Fazer?

Depois deste exemplo, você deve estar pensando em como poderia utilizar essa ferramenta para os seus investimentos, já que você não tem uma fazenda de criação de gado ou plantação de milho, não é verdade?

Veja então, nos exemplos a seguir, como é possível fazê-lo também em nosso dia-a-dia como investidor, ou mesmo ao fazer uma viagem para o exterior.

1) Proteção para seus investimentos

Imagine que você tenha comprado ações como VALE5 e ITUB4, que são papéis com beta elevado. Ou seja, tem maior exposição a volatilidade do mercado em geral.

Para se proteger então de uma possível queda do mercado, pode-se fazer uma operação vendendo ativos que representam a volatilidade do próprio mercado, como o contrato futuro de índice (IND) ou a ETF (Exchange Traded Funds) BOVA11.

Caso o mercado venha a se desvalorizar, você estará protegido em uma posição mesmo com a desvalorização de suas ações.

2) Proteção para suas viagens

Agora suponha que ao fazer uma viagem para os Estados Unidos, você utilizou o seu cartão de crédito na maioria de suas compras.

Como os gastos serão atrelados ao dólar, você ficará exposto a variação da moeda, certo? Então, para se proteger de uma alta do dólar e de um susto nas faturas dos próximos meses, você pode fazer um cálculo do seu gasto médio com a viagem e investir no dólar com o mesmo volume de dinheiro, comprando contratos futuros na bolsa de valores.

Caso o dólar se valorize, você poderá vender os contratos comprados e pagar sua fatura talvez até mesmo com sobras. Neste caso você se preveniu do risco da alta da moeda.

Hedge cambial

Existe também uma modalidade desta operação de proteção em relação ao câmbio. Ela é utilizada por empresas que importam e exportam produtos cotados em moedas estrangeiras (como o dólar) para que possam se proteger de variações na cotação dessas moedas.

Por exemplo:

Empresas como a Suzano (SUZB5) e a Fibria (FIBR3) por exemplo, exportam celulose, que é um ativo cotado em dólar. Dessa forma elas possuem risco de perda do seu faturamento quando a moeda desvaloriza.

Para minimizar esta possível perda, elas podem fazer uma operação de hedge vendendo contratos cambiais de dólar (DOL ou WDO) no Mercado Futuro.

Assim, caso ocorra a desvalorização da moeda, gerando a redução do faturamento, as empresas podem recuperar parte do seu resultado na Bolsa de Valores. Isso seria feito com a recompra dos contratos futuros de dólar vendidos, obtendo lucro na operação.

E vale lembrar que estes contratos também são excelentes investimentos para diversificar sua carteira. E você pode investir ainda:

  • No mais importante da Índice da Bovespa;
  • Nas 500 empresas mais importantes dos EUA;
  • Em commodities de alto consumo como café, boi gordo e milho.

Aprenda a investir em contratos futuros. Baixe um Ebook gratuito do Mercado Futuro.
New Call-to-action

Vale lembrar que estas operações são mais complexas, e por isso é importante contar com auxílio de profissionais experientes em investimentos com derivativos. 

Ficou alguma dúvida sobre esta estratégia? Então deixe o seu comentário que iremos ajudá-lo. E você também pode continuar aprendendo e dominar a Bolsa de Valores.


Assista ao curso completo!

No Toro Radar você encontra um curso completo, desde o nível mais básico ao mais avançado. E o melhor: Se cadastrando agora, você ganha 15 dias gratuitos para utilizar toda a nossa plataforma, com nossos cursos, análises, gráficos e cotações, chat com analistas experientes e recomendações das melhores oportunidades de investimento na Bolsa.

Faça seu cadastro gratuito e assista ao curso completo!
Aprenda a investir na Bolsa de Valores