Blog

Aprenda sobre Renda Fixa, conheça os principais produtos e veja como utilizar o seu investimento para aplicar na bolsa de valores.

O que é Investimento Renda Fixa?

investimento-renda-fixa

Investimentos de renda fixa são uma forma de investir onde a remuneração está estabelecida antes mesmo de ocorrer o negócio. São investimentos em ativos financeiros também chamados de produtos, onde se tem menor exposição ao risco e o investidor já pode ter uma ideia aproximada ou mesmo exata de quanto terá de retorno no final da aplicação.

Esses investimentos são chamados de renda fixa porque seu rendimento é conhecido previamente no momento da aplicação, seja porque ele possui uma taxa de juros fixa ou porque acompanha um indicador que conhecido de antemão como o CDI (veja o que é), taxa SELIC (veja aqui), IPCA.

Normalmente são investimentos onde o investidor empresta dinheiro para uma organização, que pode ser um banco, financeira ou mesmo o próprio governo. Ele faz este empréstimo através da compra de um título emitido pela organização com o objetivo de receber este capital corrigido com juros.

É bem parecido como quando vamos ao banco pegar um empréstimo, seja para adquirir um automóvel, imóvel e etc. Naquele momento o banco age como o investidor de renda fixa, nos emprestando o dinheiro e visando ter como retorno o capital emprestado e os juros acordados em contrato.

Rentabilidade dos investimentos de renda fixa

Esses investimentos podem ter remuneração:

  • Prefixada - o rendimento do ativo é vinculado a uma data de vencimento futura e o valor é definido no momento da compra. Portanto o investidor já sabe quanto vai receber até a data de vencimento que foi acordada.
  • Pós-fixada - neste caso o investidor conhecerá o valor de resgate somente no vencimento, pois seu rendimento está atrelado a oscilação de um indicador, que pode ser um índice (IPCA, CDI, Taxa Selic) ou uma taxa de cambio entre uma moeda (real, dólar, euro)
  • Híbrida - Possui característica de produtos pré e pós-fixados. Geralmente é formada por um índice e taxa de juros. Exemplo: Taxa Selic + 5% de juros

Principais Investimentos de Renda Fixa

investimento-renda-fixa-principais

Existem muitos investimentos de renda fixa no mercado, os principais negociados são:

1) CDB - Os Certificados de Depósito Bancário são títulos emitidos pelos bancos com a função de captar recursos no mercado;

2) LCA - A Letra de Crédito do Agronegócio tem a função de captar recursos para que os bancos possam direcionar para investimentos no setor de agronegócio. Este investimento tem o benefício de não ser tributado;

3) LCI - A Letra de Crédito Imobiliário é semelhante à LCA, mas os recursos captados pelo banco são direcionados para investimentos no setor imobiliário;

4) Letra de cambio - São títulos emitidos por instituições financeiras (não bancárias) com a função de captar recursos para investimentos das próprias instituições;

5) Títulos do Tesouro - Também chamados de Títulos Públicos são emitidos pelo governo para captar recursos no mercado. Estes são encontrados no mercado como:

  • LTN - Letra do Tesouro Nacional: Também conhecida com Tesouro Prefixado. Com este investimento é possível saber no dia da compra a rentabilidade que irá receber se mantiver a aplicação até a data de vencimento.
  • LFT - Letra Financeira do Tesouro: Também conhecida como Tesouro Selic. Tem característica pós-fixada e é recomendado para o investidor que acredita que possa precisar do capital investido antes da data de vencimento e para aqueles que acreditam na alta da Taxa Selic, pois este título é indexado a ela.
  • NTN - Nota do Tesouro Nacional: Este título também conhecido como Tesouro IPCA, tem característica híbrida. Ele é composto por dois indexadores, um deles sendo o IPCA (Inflação) e outro uma taxa de juros prefixada no momento da compra.

Estes títulos são os mais procurados pois são garantidos pelo FGC e pelo próprio governo, no caso dos Títulos do Tesouro.

Como potencializar o investimento de renda fixa na bolsa de valores?

Existe uma maneira de potencializar seu investimento na bolsa de valores investindo, ao mesmo tempo e com o mesmo capital, nas duas opções.

Isso é possível quando aplicamos em CDB’s e Títulos do Tesouro. Estes ativos financeiros servem como margem de garantia para investir na bolsa de valores, fazendo operações de day-trade em ações e mercado futuro. Assim, além da rentabilidade dos títulos você também pode usufruir de lucros fantásticos da bolsa.

Veja o exemplo de como utilizar o CDB como garantia para operar no day-trade em ações:

Adquirindo um CDB que vale 50 mil reais é possível alavancar este valor em até 6x em ações no day trade, ou seja investindo 300 mil reais. Assim você poderia investir em uma recomendação do Toro Radar de compra da ação VALE5 conforme abaixo:

vale5

No momento da recomendação a ação valia R$14,39. Alavancando o patrimônio disponível no CDB seria possível comprar 20.800 ações da empresa. A operação foi encerrada com uma valorização da ação de 1,04%: a ação subiu para R$14,54 com o ganho de 15 centavos por ação. Sendo assim o lucro da sua operação seria de R$3.120,00, obtendo como resultado 6,24% do valor aplicado no CDB em apenas 1 hora e 30 minutos.

É ótima oportunidade utilizar seu investimento como garantia para investir na Bolsa de Valores, não é verdade? Mas mesmo assim é importante lembrar que investindo em ações, principalmente alavancando no day-trade, existe a exposição ao risco. É importante então gerenciar esse risco com disciplina para proteger seu patrimônio.

Se gostou do artigo ou ficou alguma dúvida sobre renda fixa deixe seu comentário e nossa equipe de análise terá muita satisfação em respondê-lo.

Guia completo do investidor iniciante - Ebook

E-book Guia completo do Investidor Iniciante

Últimos artigos

New Call-to-action