Blog

Duas semanas atrás, OGX entrou em recuperação judicial e comentamos as perspectivas futuras da empresa em um artigo que enviamos a todos os nossos leitores . Agora, a poeira abaixou e começamos a discutir com maior profundidade o desenrolar da situação da empresa. Especula-se que a companhia passará a se chamar Óleo e Gás Brasil S/A. O que muda? Quais os impactos sobre as ações? 

ogx brazil oil

Depois de requerer sua recuperação judicial no fim de Outubro, a OGX já começou passar por grandes transformações. A primeira delas foi a exclusão dos papéis OGXP3 da composição do índice Bovespa, cujo regulamento não permite que empresas em situação de recuperação judicial companham a carteira teórica.

Na sequência, a empresa começou a trabalhar na apresentação de um novo plano de reestruturação de suas operações e de suas dívidas para que possa apresentá-lo aos acionistas em assembleias que ocorrerão dia 26/11/2013 às 11:00 e, em seguida, às 15:00 do mesmo dia.

 

Qual o tema dessas Reuniões ? O que elas podem decidir ? 

sede ogx recuperacao judicial As duas reuniões que ocorrerão daqui a duas semanas levam o nome de Assembleia Geral Extraordinária ou AGE e são uma obrigação que a Lei das S/A criou para proteger os interesses de todos os acionistas.

 

A primeira reunião, das 11 horas da manhã, terá como objetivo conseguir a aprovação da venda da OGX Maranhão. Essa venda ocorreu um dia antes do pedido de recuperação judicial e teve por objetivo salvar uma das empresas do grupo da crise financeira além de liberar a OGX Petroléo e Gás (a OGXP3 da bolsa) de novas obrigações extremamente vultuosas.

De acordo com os documentos fornecidos pela área de relacionamento com investidores da OGX , a subsidiária do Maranhão tem um valor estimado de R$ 950 milhões de reais. Considerando um endividamento de R$ 600 milhões e que a participação da matriz na empresa é de aproximadamente 66% de seu capital, o valor justo por sua venda seria na casa dos R$ 200 milhões.

Se a operação for aprovada pela Assembleia de Acionistas e pelos órgãos reguladores, haverá dois resultados:

#1: OGX Maranhão escapa da RJ: A OGX do Maranhão sai do grupo OGX e passa a ser uma empresa independente que não estará sujeita à recuperação judicial. A má notícia é que os acionistas que têm OGXP3 não terão nenhuma participação na empresa após a venda.

#2: OGX Petróleo e Gás tem grande alívio de fluxo de caixa: Com o recebimento pela venda da subsidiária do Maranhão, a empresa receberá R$ 200 milhões o que facilitará o custeio de sua reestruturação.

Se ela não for aprovada, a venda poderá ser desfeita e a empresa entraria em regime de recuperação junto com as outras.

ogx oleo e gas brasil

 

A Assembléia das 15 horas

ogx novo comeco Depois de enfrentar o desafio de aprovar a venda da OGX Maranhão, será a hora da empresa enfrentar a batalha mais importante nesse processo de reestruturação (até agora): ratificar seu pedido de recuperação judicial

 Para que a empresa realmente possa seguir seu plano de reestruturação, é essencial que seus acionistas aprovem o pedido formulado no final do mês passado. Se isso não ocorrer, a situação pode se deteriorar rapidamente.

Depois disso, os seguintes temas serão votados:

#1 Alteração da Sede Social: Buscando redução de custos, a empresa deixará sua atual sede e solicitará a seus sócios que escolham uma opção dentre quatros endereços oferecidos no Rio de Janeiro.

#2 Grupamento de Ações: Depois da forte queda de mais de 96% que ocorreu este ano, a empresa passou a negociar na casa dos centavos. Com isso, cada pequena mudança de preço gera grande volatilidade no papel. Com o grupamento, a empresa pretende aumentar o valor de cada ação, trocando muitos papéis por um só. Assim, a negociação pode voltar à normalidade e favorecer o processo de reestruturação. Para quem não sabe o que significa grupamento ou inplit vale conferir esse curso.

#3 Mudança de nome: Ainda na pauta da reunião, estará a mudança de nome da empresa de OGX para Óleo e Gás Brasil S/A. Embora não pareça importante é um passo para reconstruir a tão desgastada imagem da empresa.

É uma luz no fim do túnel?

ogx o que fazer com as acoes Ainda é cedo para dizer se essas mudanças conseguirão mudar o destino da companhia. Especialmente porque os credores ainda não se manifestaram sobre o plano da empresa e se livrar da situação em que a ela está não é um desafio simples.

 A boa notícia é que ninguém quer a falência. Se a empresa tiver a recuperação rejeitada, automaticamente ela perderá todas as suas concessões de petróleo e de gás como derterminam as regras da ANP e isso tiraria qualquer esperança dos credores (e dos acionistas) reaverem seu dinheiro.

Com esse trunfo na mão, a OGX parece buscar o caminho de se tornar uma empresa menor, menos ambiciosa, mas com os pés mais próximos do chão. Se ela convencer os acionistas e credores que merece um voto de confiança pode ser um caminho para evitar a falência. Isso não quer dizer que a situação seja boa, mas já é um primeiro sinal de alívio depois de meses sem nenhuma notícia positiva.

Mais do que nunca é hora de contar com especialistas na hora de decidir como se posicionar nessa turbulência de mercado.

Ebook: Guia de Sucesso na Bolsa de Valores

atua no mercado de ações há 8 anos e é membro da equipe do Toro Radar desde 2010, onde atua como instrutor de cursos e palestras sobre diversos temas na área de investimentos e como analista. Estudou administração de empresas no IBMEC de Minas Gerais e Direito na Universidade Federal de Minas Gerais. Possui a certificação de Planejador Financeiro CFP® - Certified Financial Planner, é Consultor de Valores Mobiliários registrado na CVM e Analista CNPI-T registrado na APIMEC.
E-book Guia completo do Investidor Iniciante

Últimos artigos

New Call-to-action