Cursos GRATUITOS sobre investimentos:

New Call-to-action

Blog

Poupança, Previdência privada ou Tesouro direto: onde investir com rentabilidade?

poupanca-previdencia-privada-tesouro-direto-rentabilidadeNa atual situação em que vivemos em nosso país, um bom planejamento se tornou algo imprescindível se queremos alcançar nossos objetivos de vida. E como todo bom chefe de família você deve estar preocupado não somente com a situação financeira atual mas também sobre como irá custear as despesas financeiras que estão por vir.

Neste artigo vamos apresentar as vantagens e desvantagens de 3 opções de investimento populares quando o assunto é planejar seu futuro financeiro e de sua família, seja para comprar um imóvel, reformar a casa, se aposentar ou mesmo guardar dinheiro para garantir os estudos dos filhos.

Em um cenário de inflação alta onde sentimos cada vez mais dificuldade em arcar com as despesas mensais, se olharmos para todos esses sonhos podemos acreditar que será muito difícil.

Porém há uma maneira de usar este cenário a seu favor e a melhor maneira é planejar.

Veja as vantagens e desvantagens da Poupança, Previdência privada e Tesouro Direto

1. Fazer uma Caderneta de Poupança sempre foi uma boa opção. Será?

Quando falamos em garantir o futuro financeiro da nossa família estamos falando de Longo Prazo e o rendimento poupança sempre foi o primeiro pensamento, já que é a opção mais comum dos brasileiros, que por muitos anos usou a poupança como investimento para planejar e construir seu futuro.

No cenário atual com a alta da inflação, além de não possuir uma boa rentabilidade a poupança faz com que seu dinheiro perca o potencial de compra e você vai perceber ao longo do artigo opções muito melhores para o seu planejamento.

Vantagens da Poupança:

  • Simplicidade
  • Baixo custo
  • Não possui carência
  • Isenção de Imposto de Renda
  • Garantido pelo FGC em até R$250 mil

Uma vantagem que a famosa caderneta possui é a disponibilidade de resgate na hora que você precisar, ou seja, é um produto de liquidez diária. Porém atualmente você encontra produtos de liquidez diária que oferecem uma rentabilidade muito mais interessante.

Desvantagens da Poupança:

  • Baixa rentabilidade, atualmente menor que a inflação
  • Não paga rendimento em aplicações que durem menos que 30 dias

Em função de haver produtos "parecidos" com a poupança, mas que oferecem uma rentabilidade bem mais interessante (que é o caso do Tesouro Direto por exemplo), vemos a cada mês a poupança batendo recorde de resgate. Isso por que o investidor brasileiro tem percebido que a poupança já não é um negócio rentável.

2. E a Previdência Privada? Ainda é um bom investimento?

Hoje em dia a previdência é um produto que possui altas taxas e uma rentabilidade muito baixa comparada a outros produtos disponíveis no mercado.

Se você não tem disciplina para poupar, a Previdência Privada pode te ajudar a fazer uma “poupança forçada”. Caso você decida sacar ou desfazer do investimento nos primeiros anos terá que pagar taxas altas, e isso desestimula e retirada. Ainda assim a rentabilidade não é das melhores para compensar essa desvantagem.

Vantagens da Previdência Privada:

  • Disciplina forçada para poupar e investir com aportes mensais fixos
  • Pode complementar a Previdência social com retiradas mensais
  • Pode ser abatida no Imposto de Renda

A previdência é uma poupança forçada pois para se resgatar o recurso aplicado o investidor paga impostos e taxas bastante altas e acaba pensando duas vezes na hora de desfazer do produto (o que também é uma desvantagem).

Desvantagens da Previdência Privada:

  • Altas taxas de administração e carregamento (sobre os depósitos feitos)
  • Taxas para retirar o dinheiro antes do prazo
  • Baixa rentabilidade
  • Os impostos cobrados inviabilizam o investimento a curto prazo
  • Não possui garantia do FGC

No passado a previdência privada era um produto bastante interessante para o investidor de Longo Prazo por oferecer excelentes rentabilidades. Essa já não é mais uma vantagem, pois você encontra investimentos de Renda Fixa muito mais atrativos em termos de rentabilidade.

3. Títulos de Renda fixa - O que é Tesouro Direto?

poupanca-previdencia-tesouro-direto-o-que-e

Se você não quer correr riscos e por isso pensou na poupança ou previdência privada, você precisa conhecer os títulos de Renda Fixa. Neles você investe com a mesma segurança porém com uma rentabilidade mais atrativa e a possibilidade de alavancar seus rendimentos, sobre o que falaremos a seguir.

Os títulos de renda fixa são empréstimos que você faz a uma instituição, recebendo ao final do período acordado o valor pago corrigido por uma taxa de juros. Você pode então investir ao emprestar seu dinheiro a um banco, empresa ou ao próprio governo.

No mercado você encontra excelentes produtos de Renda Fixa, que em um cenário de alta de juros acabam sendo uma opção para quem quer uma boa rentabilidade sem correr muitos riscos.

Na Renda Fixa, quanto maior a carência do produto maior a possibilidade de ter uma boa rentabilidade. Para planejar o futuro da sua família existem excelentes produtos de Renda Fixa que vão rentabilizar seu dinheiro.

⇒ Títulos do Tesouro Direto

Uma boa opção entre os títulos de renda fixa são os Títulos Públicos, ou Títulos do Tesouro Direto.

Esse produto de Renda Fixa é ótimo para quem busca um risco menor e também um investimento com a possibilidade de fazer aportes mensais.

O interessante do Tesouro Direto é que você pode iniciar seus investimentos com pequenos valores. A partir de R$ 30,00 o investidor já pode adquirir uma parte de um título, mas é importante ressaltar que a melhor opção é começar com uma quantia mais significativa, em torno de R$5.000,00, e continuar fazendo aporte mensais.

Existem títulos do Tesouro que pagam Inflação + taxa de Juros prefixada, o que seria uma opção bastante atraente no atual cenário onde a inflação já beira os 11% a.a.

Vantagens do Tesouro Direto:

  • Boa rentabilidade
  • Menor risco
  • Valor mínimo acessível
  • Liquidez diária
  • Oferece títulos de curto, médio e longo prazo
  • Possibilidade de rentabilidade que acompanhe índices da inflação
  • Taxas baixas de administração e custódia
  • Serve de margem de garantia para investir em ações na Bolsa de Valores

O Tesouro Direto é o produto que está na mídia atualmente por oferecer boa rentabilidade aliada a baixíssimo risco.

Desvantagens do Tesouro Direto:

  • É tributado pelo imposto de renda

Mas mesmo com a desvantagem da tributação de IR, o Tesouro Direto ainda possui uma rentabilidade bem maior que as outras opções citadas e até mesmo outros investimentos não tributados, então ainda vale a pena.

 

Qual o conselho para montar uma boa carteira de investimentos?

Uma boa carteira de investimentos deve ser diversificada. Investir em apenas um produto financeiro é concentrar risco. Quando você diversifica sua carteira você diversifica seu risco. Ou seja, a chance de um investimento te causar grande prejuízo é menor.

Mas a diversificação não é só para minimizar o risco e sim buscar mais rentabilidade.

Quando se fala em produtos de investimentos com altas rentabilidades deve-se estar ciente do risco que o produto oferece. Geralmente os que oferecem maiores rentabilidades são:

  • produtos com maiores carências, pois você compromete o seu capital por um período maior;
  • produtos com maiores riscos, pois o retorno é sempre compatível ao risco;
  • bancos de pequeno porte, pois oferecem maiores taxas para atrair os investidores.

Como estamos falando sobre diversificação, você provavelmente já ouviu falar no CDB, que é um título de renda fixa oferecido pelos bancos para captar recursos para suas atividades, como se você emprestasse seu dinheiro ao banco. Ele também é uma opção muito interessante de investimento. E existem ainda outros títulos como LCA e LCI, que são títulos de crédito do agronegócio e imobiliário.

Em instituições de pequeno porte esses títulos podem oferecer maior rentabilidade e embora pareça ser mais arriscado, o investidor deve saber que esses produtos são garantidos pelo FGC (Fundo garantidor de crédito), que garante a recuperação do seu recurso no caso de falência da instituição emissora em até R$ 250 mil por CPF e por instituição.

Alavancando e turbinando os ganhos da Renda Fixa

Historicamente a Bolsa de Valores é o ambiente onde você tem as maiores possibilidades de retorno. Como estamos falando neste artigo de um investimento a Longo prazo, vale a pena separar um percentual do seu capital também para aprender como investir na Bolsa de Valores, se dispondo a um risco maior e buscar um retorno maior também.

Como falamos anteriormente, alguns produtos de renda fixa podem ser potencializados, aumentando seus ganhos. E a bolsa de valores é o segredo!

Você pode usar seus títulos como margem de garantia para investir na bolsa de valores, comprando por exemplo as ações petrobras, ações vale e de outras grandes empresas. Quando você investe em uma empresa você se torna sócio dela, comprando um pedacinho do seu sonho.

E você pode usar essa estratégia para investir na modalidade mais emocionante da bolsa: as operações de Day Trade. Elas são como a Fórmula 1 da Bolsa de Valores, pois é a modalidade mais rápida e a que exige mais preparo. Nelas você compra e vende as ações no mesmo dia e pode alavancar o seu capital, buscando maiores retornos.

E mais do que isso, além de investir em empresas do Brasil você pode também investir no dólar e nas maiores empresas dos EUA.

Nessas operações você não paga ou recebe pelo que compra ou vende e sim pela oscilação do mercado. Se você tiver 1% de lucro, você receberá apenas 1% e não o valor total acrescido do lucro. E se você tiver 1% de prejuízo, você terá que pagar apenas 1%.

Por isso você pode movimentar um valor mais alto do que realmente tem, usando apenas uma margem de garantia. Você se dispõe a mais riscos por uma maior rentabilidade.

A grande estratégia da Renda Fixa então é usar como margem de garantia os seus títulos, que podem estar no Tesouro Direto ou em CDB, dessa forma seu dinheiro rende duas vezes:

  • A rentabilidade acordada do título de Renda fixa;
  • Os lucros provenientes da compra e venda de ativos na Bolsa de Valores.

Turbine os ganhos da Renda Fixa

Assessoria especializada de investimentos

Muitas pessoas ao iniciar seus investimentos procuram os grandes bancos, onde já possuem uma conta corrente, porém atualmente os bancos são as instituições que oferecem menos possibilidades de diversificação, pois possuem uma carteira bem limitada de produtos e com baixos retornos.

Em uma corretora independente você pode contar com uma assessoria de investimentos qualificada e especializada que pode te auxiliar na escolha dos melhores investimentos do mercado.

Conheça os melhores investimentos do mercado
Baixe o Guia completo do investidor iniciante
Guia completo do investidor iniciante - Ebook