Blog

Dúvida entre Tesouro Direto ou CDB? Veja as vantagens e desvantagens

tesouro-direto-ou-CDB

Você já ouviu falar de Tesouro Direto ou CDB? Essas são ótimas alternativas de investimento e as mais famosas quando falamos em títulos de renda fixa. Além de poderem lhe proporcionar ganhos bem melhores do que o rendimento poupança, eles também oferecem diversas outras vantagens, sobre o que falaremos neste artigo.

Então conheça as principais diferenças entre esses dois títulos e ganhe mais que o rendimento da sua poupança ainda hoje.

Descubra os melhores investimentos do mercado e ganhe mais que a poupança!
Guia completo do investidor iniciante - Ebook

Tesouro Direto ou CDB?

Quando o assunto é poupar e investir seu dinheiro, muitos brasileiros ainda se lembram da poupança e juntam suas economias em uma conta que possui rendimento extremamente baixo. Por mais que já tenha sido um bom investimento, hoje sabemos que a poupança mal compensa a taxa de inflação e o seu dinheiro pode, até mesmo se desvalorizar ao longo do tempo.

Por isso é importante procurar maiores rendimentos e opções que te ajudem a alcançar seus objetivos. Você já pensou em investir no Tesouro Direto ou CDB, por exemplo?

A renda fixa oferece diferentes opções no mercado e os principais produtos hoje são o Tesouro Direto e o CDB. Esses dois investimentos são os mais populares e agora você irá entender as principais diferenças e as principais vantagens deles.

O mapa do Tesouro Direto

Tesouro Direto - Toro Radar

A palavra tesouro provavelmente deve te lembrar de um grande baú de madeira cheio de moedas de ouro, não é mesmo? De fato, tesouro é um conjunto de riquezas de qualquer tipo e, nesse caso, estamos nos referindo ao capital de giro no nosso país.

A secretaria do Tesouro Nacional é quem gerencia a dívida pública federal. Para financiar essa dívida, ela emite títulos de crédito de renda fixa que são oferecidos no mercado como forma de investimento. Quando você compra um título público, o seu dinheiro vai para o governo a fim de possibilitar a execução e financiamento das dívidas internas, e em troca você receberá uma taxa de juros por esse "empréstimo".

Existem 3 tipos de títulos do Tesouro Direto:

  • Tesouro Direto prefixado

Os títulos prefixados são aqueles em que os juros são determinados no momento da compra. Neste caso, sua remuneração não está atrelada a nenhuma taxa ou indicador da economia, mas sim a uma taxa fixa.

  • Tesouro Direto pós-fixado

Já os títulos pós-fixados oferecem ao investidor a opção de indexar essa aplicação a algum índice, como por exemplo, a Taxa Selic. Sendo assim, sua rentabilidade acompanha a variação da taxa e você só saberá o retorno exato no momento do resgate.

  • Tesouro Direto híbrido

Os títulos híbridos são a união das duas modalidades anteriores. Seu retorno é uma taxa prefixada somada a variação de algum índice da inflação, como o IPCA ou IGPM, o que faz com que a rentabilidade esteja sempre acima da inflação.

Saiba como e quando investir em cada modalidade do Tesouro Direto
Baixe o Guia completo do Investidor Iniciante

CDB - Emprestando dinheiro para o banco

cdb-ou-tesouro-direto

O fluxo parece oposto. Normalmente o banco empresta dinheiro para as pessoas possibilitando o crédito, mas você, como investidor, já pensou em emprestar dinheiro para o seu banco?

CDB significa Certificado de Depósito Bancário e é basicamente o ato de você emprestar dinheiro ao banco e receber em troca uma taxa de juros. Da mesma forma que o Tesouro Direto, esse investimento pode ser prefixado, pós-fixado ou híbrido.

  • CDB Prefixado

Na modalidade prefixada, uma taxa anual é acordada entre o investidor e o banco para a remuneração do título. Sendo assim, o investidor sabe, no momento da aplicação, quanto receberá ao final.

  • CDB Pós-fixado

O título pós-fixado possui a rentabilidade atrelada a algum indicador da economia. No caso do CDB, a rentabilidade normalmente acompanha a variação do índice CDI ou da Taxa Selic. Dessa forma, você tem uma ideia do rendimento do seu título, mas só saberá ao certo no momento do resgate.

  • CDB Híbrido

O CDB híbrido, assim como no Tesouro Direto, é a união das duas modalidades anteriores, tendo uma parte de sua remuneração prefixada e uma parte atrelada a algum índicador da economia.

Aprenda a investir no CDB com a melhor rentabilidade
Baixe o Guia completo do Investidor Iniciante

Tesouro Direto ou CDB - A grande vantagem destes investimentos

Agora que você sabe as características do Tesouro Direto ou CDB, eu vou te contar a grande vantagem que faz desses investimentos os queridinhos dos grandes investidores:

Tanto o Tesouro Direto ou CDB servem de margem de garantia para operações na Bolsa de Valores!

Mas o que quer dizer isso? Isso quer dizer que você pode potencializar seus resultados investindo em dois lugares ao mesmo tempo.

tesouro-direto-ou-cdb-alavancagem-margem-de-garantia

Funciona da seguinte forma: Você investe seu dinheiro em um título do Tesouro Direto ou CDB e utiliza seu título como se fosse um cheque caução para investir na Bolsa, garantindo que você tem capital para arcar com possíveis prejuízos. Assim, o seu dinheiro pode render em dois investimentos ao mesmo tempo! Não é fantástico?

Isso acontece porque existem modalidades da Bolsa onde a compra e venda acontece tão rapidamente que você não precisa ter o dinheiro total do contrato, mas sim uma margem de garantia que possa cobrir as oscilações do mercado.

E tem mais: Investindo com margem de garantia você ainda tem a possibilidade de investir muito com pouco dinheiro, pois você pode aproveitar de uma estratégia chamada alavancagem, onde é possível investir até 8x o dinheiro que você possui. Assim, o seu resultado será sobre um valor muito maior.


Aprenda a investir com o melhor curso da Bolsa de Valores
Faça seu cadastro e acesse o curso gratuito

Mas afinal, qual é o mais vantajoso: Tesouro Direto ou CDB?

A maior vantagem de emprestar o seu dinheiro para o banco em um CDB é o baixo risco, uma vez que o título tem a garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito), que protege até 250 mil reais por CPF e por instituição, caso a instituição não honre a dívida com você.

O CDB normalmente oferece mais vantagem como opção de longo prazo, pois o risco é reduzido pelo FGC. Já o Tesouro Direto se destaca pelo baixo valor que se pode começar a investir e pela alta liquidez no mercado.

Os impostos são similares tanto no Tesouro Direto ou CDB:

  • No momento do resgate, o seu investimento terá incidência de imposto de renda.
  • Caso seu investimento tenha a duração inferior a 30 dias, sofrerá também incidência do IOF.

É importante saber que quanto menos tempo você deixar o seu dinheiro aplicado, maior será o valor do imposto e menor o rendimento.

De qualquer forma, você não precisa se preocupar! Na hora do resgate já é creditado na sua conta o valor líquido, descontado o imposto de renda. E mesmo que sejam tributados, o Tesouro Direto ou CDB são bem mais rentáveis do que a poupança e do que muitos outros investimentos de Renda Fixa.

É válido destacar que a quantidade que você possui para o investimento pode se tornar mais adequada para o Tesouro Direto ou CDB e as condições de rendimento também podem ser alteradas de acordo com o seu perfil. Por isso é muito importante entender seus objetivos e traçar um planejamento correto do seu investimento

Conheça os melhores investimentos do mercado no
Guia Completo para o Investidor Iniciante
Guia completo do investidor iniciante - Ebook

E-book Guia completo do Investidor Iniciante

Últimos artigos

New Call-to-action