<img height="1" width="1" src="https://www.facebook.com/tr?id=1270325969674259&amp;ev=PageView &amp;noscript=1">

Aprenda tudo sobre o mercado de ações

 

IFR - Saiba o que é o Índice de Força Relativa

ifr-indice-de-forca-relativa

IFR significa Índice de Força Relativa e é uma linha que pode variar entre 0 e 100. Ele funciona como um termômetro do cansaço do mercado, medindo se ele já subiu ou caiu muito e precisa tomar fôlego antes de continuar na mesma tendência.

Por exemplo: Se a linha do IFR PETR4 estiver acima de 97, quer dizer que a força compradora, que impulsiona o mercado a subir, está perdendo fôlego, pois os preços já subiram muito. Esse momento chama-se sobrecompra. Caso o IFR PETR4 esteja abaixo de 3, quer dizer que a força vendedora, que impulsiona o mercado a cair, está perdendo fôlego, pois os preços já caíram muito. Esse momento é chamado de sobrevenda.

Portanto, o Índice de Força Relativa pode indicar excelentes pontos de compra ou de realizar os lucros no momento em que uma tendência enfraquece.


Aprenda os principais indicadores da Análise Técnica
Veja o curso completo


Como funciona o Índice de Força Relativa

Desenvolvido por J. Welles Wilder, o Índice de Força Relativa é um oscilador de momentum que mede a velocidade e mudança dos movimentos de preços. O IFR oscila entre 0 e 100. Tradicionalmente, o IFR é considerado superavaliado quando acima de 70 e subavaliado abaixo de 30. No Toro Radar consideramos superavaliado acima de 95 e subavaliado abaixo de 5. Sinais também podem ser gerados pela procura de divergências, fracasso de mudanças e de cruzamentos da linha central. O índice também pode ser usado para identificar a tendência geral.

IFR é um indicador de momento extremamente popular que tem sido destaque em uma série de artigos, entrevistas e livros ao longo dos anos. Em particular, o livro de Constance Brown - Análise Técnica de Negociação Profissional, propõe o conceito de mercado de touros e ursos para o IFR. Andrew Cardwell, mentor do IFR de Brown, introduziu reversões positivas e negativas para o IFR. Além disso, Cardwell transformou a noção de divergência, literal e figurada, em sua cabeça.

Quer aprender a usar o IFR e fazer uma análise técnica completa? Baixe o Ebook gratuito!
Introdução a Análise Técnica


Como calcular o Índice de Força Relativa

O Cálculo para encontrar o IFR de um ativo é:

IFR = 100 - (1 + FR)


Para fazer este cálculo, tem-se que IFR = Índice de Força Relativa e o FR = Ganho médio ÷ Perda média.

Para simplificar a explicação de cálculo, o IFR tem sido dividido em seus componentes básicos: FR, Ganho Médio e Perda Média. Este cálculo do IFR é baseado em 14 períodos, que é o padrão sugerido por Wilder em seu livro, e as perdas são expressas em valores positivos, não em valores negativos.

Os primeiros cálculos de ganho médio e perda média são médias simples dos 14 períodos:

  • 1º ganho médio = soma dos ganhos nos últimos 14 períodos ÷ 14
  • 1ª perda média = soma das perdas nos últimos 14 períodos ÷ 14

Os segundos e subsequentes cálculos são baseados na média anterior, a perda e ganho corrente:

  • Ganho Médio = [ (ganho médio anterior) x 13 + Ganho atual ] ÷ 14
  • Perda Média = [ (perda média anterior ) x 13 + Perda atual ] ÷ 14

Tomar o valor anterior somado ao valor corrente é uma técnica de suavização semelhante à utilizada no cálculo da média móvel exponencial. Isto também significa que os valores do IFR se tornam mais precisos com a extensão do período de cálculo.

SharpCharts usa pelo menos 250 pontos de dados anteriores à data de início de qualquer gráfico (assumindo que existe grande número de dados) para o cálculo dos valores de IFR. Para copiar exatamente os nossos números de IFR, uma fórmula vai precisar de pelo menos 250 pontos de dados.

A fórmula de Wilder normaliza a FR e a transforma em um oscilador que oscila entre 0 e 100. Na verdade, uma parcela de FR parece exatamente o mesmo que uma parcela do IFR. A etapa de normalização torna mais fácil identificar os extremos, porque o índice tem um alcance limitado. IFR é zero quando o ganho médio é igual a zero.

  • Assumindo um IFR de 14 períodos, um valor IFR zero significa que os preços baixaram em todos os 14 períodos e não houve ganhos para medir.

  • Quando o IFR é 100, a perda média é igual a zero. Isso significa que os preços subiram todos os 14 períodos e não houveram perdas para medir.

fr-ifr-indice-de-forca-relativa

Na planilha abaixo você pode ver o início de um cálculo IFR em ação, para 14 períodos.

Cálculo de IFR - 14 períodos
Data Fechamento Variação Ganho Perda Ganho Médio Perda Média FR IFR
14 dias
14/12/09 44,34  - -        
15/12/09 44,09  -0,25 - 0,25        
16/12/09 44,15 0,06 0,06 -        
17/12/09 43,61 -0,54 - 0,54        
18/12/09 44,33 0,72 0,72 -        
21/12/09 44,83 0,50 0,50 -        
22/12/09 45,10 0,27 0,27 -        
23/12/09 45,42 0,33 0,33 -        
24/12/09 45,84 0,42 0,42 -        
28/12/09 46,08 0,24 0,24 -        
29/12/09 45,89 -0,19 - 0,19        
30/12/09 46,03 0,14 0,14 -        
31/12/09 45,61 -0,42 - 0,42        
04/01/10 46,28 0,67 0,67 -        
05/01/10 46,28 - - - 0,24 0,10 2,39 70,53
06/01/10 46,00 -0,28 - 0,28 0,22 0,11 1,97 66,32
07/01/10 46,03 0,03 0,03 - 0,21 0,10 1,99 66,55
08/01/10 46,41 0,38 0,38 - 0,22 0,10 2,27 69,41
11/01/10 46,22 -0,19 - 0,19 0,20 0,10 1,97 66,36
12/01/10 45,64 -0,58 - 0,58 0,19 0,14 1,38 57,97
13/01/10 46,21 0,57 0,57 - 0,22 0,13 1,70 62,93
14/01/10 46,25 0,04 0,04 - 0,20 0,12 1,72 63,26
15/01/10 45,71 -0,54 - 0,54 0,19 0,15 1,28 56,06
19/01/10 46,45 0,74 0,74 - 0,23 0,14 1,66 62,38
20/01/10 45,78 -0,67 - 0,67 0,21 0,18 1,21 54,71
21/01/10 45,35 -0,43 - 0,43 0,20 0,19 1,02 50,42
22/01/10 44,03 -1,33 - 1,33 0,18 0,27 0,67 39,99
25/01/10 44,18 0,15 0,15 - 0,18 0,26 0,71 41,46
26/01/10 44,22 0,04 0,04 - 0,17 0,24 0,72 41,87
27/01/10 44,57 0,35 0,35 - 0,18 0,22 0,83 45,46
28/01/10 43,42 -1,15 - 1,15 0,17 0,29 0,59 37,30
29/01/10 42,66 -0,76 - 0,76 0,16 0,32 0,49 33,08
01/02/10 43,13 0,47 0,47 - 0,18 0,30 0,61 37,77

Nota: O processo de suavização afeta valores do IFR. Valores FR são suavizados após o primeiro cálculo. A perda média é igual a soma das perdas dividida por 14 para o primeiro cálculo. Cálculos subseqüentes multiplicam o valor anterior por 13, adicionado do valor mais recente e, em seguida, dividido o total por 14. Isso cria um efeito de suavização. O mesmo vale para o ganho médio. Devido a esta suavização, valores IFR podem diferir com base no período total de cálculo. 250 períodos permitirão mais suavização que 30 períodos e isso vai afetar levemente os valores do IFR. Se a perda média é igual a zero, uma "divisão por zero" ocorre para FR e, com isso, IFR é 100 por definição. Da mesma forma, o IFR é igual a 0 quando o ganho médio é igual a zero.

Aprenda como usar o IFR e fazer sua própria Análise Técnica!
Ebook Análise Técnica de Ações - download

Parâmetros

O período padrão de memória do IFR é 14, mas este pode ser reduzido para aumentar a sensibilidade ou aumentado para diminuir a sensibilidade do índice. IFR de 10 dias tem mais chances de alcançar os níveis de superavaliação ou subavaliação que níveis de 20 dias de IFR.

Os parâmetros de retrospectiva também dependem da volatilidade de um título. IFR de 14 dias para o varejista da internet Amazon (AMZN) é mais provável que se torne superavaliado ou subavaliado do que IFR de 14 dias para a Duke Energy (DUK), uma empresa de insumo.

No Toro Radar consideramos o IFR superavaliado quando está acima de 97 e subavaliado quando está abaixo de 3. Estes níveis de parâmetros também podem ser ajustados para melhor atender as necessidades de segurança ou outros requisitos de análise do investidor.

Subindo a superavaliação para 98 ou diminuindo a subavaliação para 2 vai reduzir o número de registros de sobrecompra/sobrevenda. Investidores que negociam no curto prazo às vezes usam 2 períodos de IFR para procurar registros de sobrecompra acima de 97 e registros de sobrevenda abaixo de 3.

Superavaliados e Subavaliados (Overbought e Oversold)

indice-de-forca-relativa-sobrecompra-sobrevendaWilder considerou IFR sobrecomprado acima de 70 e sobrevendido abaixo de 30. O gráfico abaixo mostra as ações do McDonald’s com IFR de 14 dias. Este gráfico apresenta barras diárias em cinza com um dia de média móvel simples do volume na cor rosa, para destacar as cotações de fechamento, porque o IFR é baseado nos preços de fechamento.

IFR-indice-de-forca-relativa-3

Trabalhando da esquerda para a direita, a ação ficou sobrevendida no final de julho e encontrou suporte em torno de 44 (1). Observe que a parte inferior evolui após o registro de sobrevenda. A ação não baixou assim que o registro de sobrevenda apareceu. A baixa pode ser um processo.

A respeitos dos níveis de sobrevenda, o IFR se moveu acima de 70 em meados de setembro para se tornar sobrecomprado. Apesar deste registro de sobrecompra, a ação não caiu. Em vez disso, ela estagnou por algumas semanas e depois continuou subindo.

Três registros adicionais de sobrecompra ocorreram antes que a ação finalmente atingisse seu pico em dezembro (2). Os osciladores de momentum podem se tornar sobrecomprados (ou sobrevendidos) e manter-se, assim, em uma forte tendência para cima (ou para baixo). Os três primeiros registros de sobrecompra prenunciam estabilizações. O quarto coincidiu com um pico significativo. O IFR, em seguida, mudou-se de sobrecomprado para sobrevendido em janeiro.

A parte final inferior não coincide com o registro de sobrevenda inicial, uma vez que na última análise, a ação afundou algumas semanas mais tarde em torno de 46 (3).

Como muitos osciladores de momentum, os registros de sobrecompra e sobrevenda do Índice de Força Relativa funcionam melhor quando os preços se movem para os lados em determinado intervalo. O gráfico abaixo mostra as negociações das ações da MEMC Electronics (WFR), com preços entre 13,5 e 21 nos meses de abril a setembro de 2009. A ação atingiu seu pico logo após o IFR ter alcançado 70 e chegou ao valor mais baixo logo após a ação chegar a 30.

IFR-indice-de-forca-relativa-4

Aprenda a decifrar o gráfico de preços e a ganhar com a oscilação das ações

Donwload Ebook Análise Técnica


Divergências

De acordo com Wilder, divergências sinalizam um potencial ponto de reversão, porque a dinâmica direcional não confirma o preço. A divergência altista ocorre quando o ativo subjacente sofre uma baixa inferior e o IFR tem uma baixa alta. O IFR não confirma a baixa inferior e isso mostra um forte ímpeto (momentum).

Uma divergência de baixa é formada quando o ativo registra uma alta superior e o IFR registra uma alta inferior. O IFR não confirma a nova alta e isso mostra um ímpeto (momentum) fraco.

O gráfico abaixo mostra Ebay (EBAY),com uma divergência de baixa em agosto e outubro. A ação movimentou-se para novas altas em setembro-outubro, mas o IFR formou elevações mais baixas para a divergência de baixa. A desagregação subseqüente em meados de outubro confirmou o enfraquecimento do impulso.

IFR-indice-de-forca-relativa-5

A divergência de alta foi formada no período janeiro-março, se movendo para novas mínimas em março e o IFR se mantém acima de seu mínimo anterior.

O IFR reflete menos o potencial de baixa (downside momentum) durante a queda de fevereiro-março. Em meados de março, a quebra da resistência se confirmou, melhorando o momentum. As divergências tendem a ser mais robustas quando elas se formam após uma superavaliação (overbought) ou subavaliação (oversold).

Antes de ficar muito animado com as divergências como sendo grandes sinais para negociação, deve-se notar que as divergências são enganosas em uma tendência forte.

A tendência de forte alta pode mostrar inúmeras divergências de baixa antes de um topo de fato se materializar. Inversamente, as divergências de alta podem aparecer em uma tendência forte de baixa e, ainda assim, a tendência de baixa continuar.

O gráfico 6 mostra a ETF S&P 500 (SPY) com três divergências de baixa e uma tendência de alta contínua. Estas divergências de baixa podem ter alertado um recuo de curto prazo, mas claramente não houve nenhuma grande inversão de tendência.

IFR-indice-de-forca-relativa-6

Saiba o momento certo de comprar e vender cada ação
Assista o curso completo


Falhas de Oscilações

ifr-falha-de-oscilacao

Wilder também considerou falhas de oscilação como fortes indícios de uma inversão iminente. Falhas de oscilação são independentes do preço da ação.

Em outras palavras, falhas de oscilação se concentram apenas nos sinais do IFR e ignoram as divergências. A falha de oscilação otimista se forma quando IFR se move abaixo de 30 (superavaliado/oversold), salta acima de 30, recua, se mantém acima de 30 e, em seguida, cai antes de subir. É basicamente um movimento para níveis de superavaliação e, depois, uma baixa superior acima dos níveis de superavaliação.

Uma falha de oscilação de baixa se forma quando o IFR se move acima de 70, recua, salta, falha em ultrapassar os 70 e, em seguida, rompe a sua baixa anterior. É basicamente um movimento para níveis de superavaliação e, depois, uma menor alta abaixo dos níveis de superavaliação.

O gráfico abaixo mostra a Texas Instruments (TXN) com uma falha de oscilação de alta em maio-junho de 2008.

IFR-indice-de-forca-relativa-7

Identificador de Tendência

Em Technical Analysis for the Trading Professional, Constance Brown sugere que os osciladores não variam entre 0 e 100. Brown identifica uma gama de touros e ursos no mercado para o IFR. O índice tende a oscilar entre 40 e 90 em um mercado de touros (tendência de alta), com as zonas de 40-50 atuando como suporte. Estes intervalos podem variar de acordo com os parâmetros do IFR, a força de tendência e volatilidade do ativo subjacente.

O gráfico abaixo mostra o IFR de 14 semanas para SPY durante o mercado altista, de 2003 até 2007. O IFR subiu acima de 70 no final de 2003 e, em seguida, mudou-se para a sua faixa de mercado altista (40-90). Houve um excesso abaixo de 40 em julho de 2004, mas o IFR ficou na zona de 40-50 pelo menos cinco vezes entre janeiro de 2005 até outubro de 2007 (setas verdes). De fato, observe que o recuo desta zona forneceu pontos de entrada de baixo risco para participar da tendência de alta.

IFR-indice-de-forca-relativa-8

Por outro lado, o IFR tende a flutuar entre 10 e 60 em um mercado de urso (tendência de baixa), com a zona de 50-60 atuando como resistência. O gráfico que segue mostra o IFR de 14 dias para o índice do dólar dos EUA (USD) durante a sua tendência de baixa de 2009. O IFR passou para 30 em março para sinalizar o início de uma série de urso. A zona de 40-50 posteriormente marcou resistência até uma ruptura em dezembro.

IFR-indice-de-forca-relativa-9

Veja como identificar tendências e saber a hora certa de comprar e vender ações

Baixe o Ebook gratuito de Análise Técnica!


Reversões positivas e negativas

Andrew Cardwell desenvolveu as reversões positivas e negativas para o IFR, que são o oposto de divergências de baixa e de alta.

Constance Brown atribui a Andrew Cardwell as explicações do IFR. Antes de discutir a técnica de reversão, é importante notar que a interpretação de Cardwell sobre divergências difere da de Wilder. Cardwell considera divergências de baixa como fenômeno de mercado de touro.

Em outras palavras, divergências de baixa são mais propensas a se formar em tendências de alta. Da mesma forma, as divergências de alta são consideradas fenômeno do mercado de urso e indicativo de uma tendência de baixa.

Reversões positivas se formam quando o IFR cria uma baixa inferior e o título constitui uma baixa superior. Esta baixa inferior não está em níveis de superavaliação, mas, geralmente, em algum lugar entre 30 e 50.

O gráfico abaixo mostra MMM com uma reversão positiva se formando em junho de 2009. A ação quebrou a resistência algumas semanas mais tarde e o IFR moveu-se acima de 70. Apesar do momentum mais fraco com uma baixa menor no IFR, MMM ficou acima da sua baixa anterior e mostrou-se uma força subjacente. Em essência, o preço da ação prevaleceu sobre o momentum.

IFR-indice-de-forca-relativa-10

Reversão negativa é o oposto de uma reversão positiva. O IFR forma uma alta maior, mas o título forma uma alta inferior. Mais uma vez, a alta superior é, geralmente, apenas abaixo dos níveis de superavaliação na área de 50-70.

O gráfico que segue mostra a Starbucks (SBUX) formando uma alta inferior assim como o IFR constituindo uma alta superior. Apesar de o IFR formar uma nova alta e o momentum ser forte, o preço da ação não conseguiu confirmar a menor alta formada. Esta reversão negativa antecipava a grande quebra do suporte no final de junho e uma queda acentuada.

IFR-indice-de-forca-relativa-11

Conclusões

O IFR é um oscilador de momentum versátil que tem resistido ao teste do tempo. Apesar das mudanças na volatilidade e dos mercados ao longo dos anos, o IFR continua tão relevante hoje como era nos dias de Wilder.

Enquanto interpretações originais de Wilder são úteis para a compreensão do indicador, o trabalho de Brown e Cardwell levou o entendimento do IFR a um novo nível. Adaptar-se a este nível demanda algum treino dos analistas de escola tradicional.

Wilder considera as condições de supervalorização perfeitas para uma reversão, mas a sobrecompra também pode ser um sinal de força. As divergências de baixa ainda produzem alguns bons sinais de venda, mas os analistas devem ter cuidado com tendências fortes quando divergências de baixa são realmente normais.

Mesmo que o conceito de reversões positivas e negativas pode parecer prejudicar a interpretação de Wilder, a lógica faz sentido e Wilder dificilmente rejeitaria a importância de colocar mais ênfase no preço da ação.

Reversões positivas e negativas colocam o preço da ação do ativo subjacente em primeiro lugar e o indicador em segundo, que é a maneira como deve ser. Divergências de baixa e alta colocam o indicador em primeiro lugar e o preço da ação em segundo. Ao colocar mais ênfase no preço da ação, o conceito de reversões positivas e negativas desafia o nosso entendimento sobre os osciladores de momentum.

Continue aprendendo e domine a Análise Técnica em um guia didático e objetivo!
Ebook Análise Técnica de Ações - download

Ebook Análise Técnica - Download
New Call-to-action

Cursos GRATUITOS sobre investimentos:

New Call-to-action