<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=690458111055947&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Aprenda tudo sobre o mercado de ações

 

ADR: descubra seu significado!

adrs

Você já pode ter visto algo a respeito dos American Depositary Receipt alguma vez na sua vida. Esse termo está presente em muitos jornais e noticiários econômicos, mas você sabe o que significa?

Para uma empresa brasileira, por exemplo, começar a ter seus ativos negociados nas grandes bolsas de valores americanas, ela não pode simplemente disponibilizar suas ações como faz na Bovespa

É exatamente para isso que o sistema de ADR foi criado. Nos anos 20, os Recibos Depositários Americanos (tradução livre de American Depositary Receipt) foram introduzidos no mercado com o objetivo de empresas estrangeiras conseguirem participar das grandes Bolsas dos Estados Unidos.

O que é ADR?

ADR é uma sigla para American Depositary Receipt, são recibos de ações emitidos nos EUA para negociar ações de empresas de fora do país na Bolsa de Nova York. Uma empresa brasileira, por exemplo, para ter suas ações negociadas na NYSE precisa ser emitida em forma de títulos, com o nome de ADRS.


Os ADRs são comprados e vendidos nos mercados norte-americanos, assim como os outros títulos regulares emitidos/financiados nos EUA, por um banco ou corretora. A diferença é que eles são lastreados a empresas estrangeiras! 

As principais empresas da nossa economia possuem títulos nas grandes Bolsas Americanas, você sabia disso?

Um investidor dos Estados Unidos pode investir em ações da Petrobras, por exemplo: o ADR conhecido como PBR (Petroleo Brasileiro SA) é negociado inclusive na maior bolsa do mundo, a NYSE. 

Como funciona o ADR?

ADRs foram introduzidos em função da complexidade envolvida na compra de ações em países estrangeiros e das dificuldades associadas com o trade a preços e valores de moedas diferentes.

Por essas razões, bancos americanos simplesmente compram um lote maior de ações de uma empresa, as agrupam e as emitem tanto na New York Stock Exchange (NYSE), na American Stock Exchange (AMEX) quanto na Nasdaq. Em troca, a empresa estrangeira fornece informações financeiras detalhadas para o banco.

O banco depositário define a proporção de ADRs nos EUA por ação do país de origem. Dessa forma, é possível estabelecer um preço alto o suficiente para montar um ADR de valor substancial, mas baixo o suficiente para torná-lo acessível para os investidores individuais.

Como resultado, a maioria dos títulos variam entre US$ 10 e US$ 100 por ação. Se no país de origem as ações valem muito pouco, cada ADR representará, por consequência, várias ações.

Você sabia que não são apenas os americanos que podem investir em empresas estrangeiras? Você pode investir nas grandes empresas dos Estados Unidos diretamente do seu Home Broker

Veja o vídeo abaixo e descubra como isso funciona!

Este investimento é possível através do Mercado Futuro e como você pode ver a Bolsa de Valores guarda incríveis oportunidades diferentes! Faça agora um curso completo e gratuito e saiba como dominar o mercado. 

Aprenda a investir na Bolsa de Valores

Existem três tipos de ADR:

  • Nível 1 - É o mais básico, em que empresas estrangeiras não têm qualificações ou não desejam ser listadas em bolsa. ADRs Nível 1 são encontrados no mercado de balcão e são fáceis e baratas de avaliar o seu interesse na América do Norte. Eles também têm os requisitos mais flexíveis da Securities and Exchange Commission (SEC).
  • Nível 2 - É listado em bolsa ou cotados na Nasdaq. ADRs Nível 2 têm um pouco mais de exigências da SEC, mas também têm um maior volume de trade.
  • Nível 3 - É o mais prestigiado dos três tipos, quando uma empresa lança uma emissão de oferta pública na bolsa. ADRs Nível 3 são capazes de levantar capital e ganhar visibilidade substancial nos mercados financeiros dos EUA.

Conheça as vantagens dos ADRs! 

  • Para os indivíduos: são uma maneira fácil e de baixo custo para comprar ações de uma empresa estrangeira. Eles poupam dinheiro, já que reduzem os custos de administração e evitam impostos estrangeiros em cada transação.
  • Para as instituições estrangeiras: recebem maior acesso aos EUA, permitindo-lhes explorar o rico mercado norte-americano de renda variável.

Veja na tabela abaixo sete das principais empresas brasileiras que tem ativos disponíveis nos Estados Unidos, e seus respectivos códigos:

Códigos das principais Empresas Brasileiras
Empresa Código na Bovespa Código do ADR
Ambev ABEV3 ABV
Bradesco BBDC4 BBD
Gerdau GGBR4 GGB
Petrobras PETR4 PBR e PBR-A
Vale VALE5 VALE
Itau ITUB4 ITUB

 

Continue aprendendo como usar a grande potência econômica a favor de seus investimentos. Estratégias usando as mais importantes empresas dos Estados Unidos já são comuns para muitos investidores.

Faça parte desse grupo e descubra como investir nos EUA!

Como investir nos EUA

 

E-book - Guia de Sucesso na Bolsa de Valores
New Call-to-action

Cursos GRATUITOS sobre investimentos:

New Call-to-action