<img height="1" width="1" src="https://www.facebook.com/tr?id=1270325969674259&amp;ev=PageView &amp;noscript=1">

Aprenda tudo sobre o mercado de ações

 

Você sabe os betas das suas ações?

Se você sabe, o que isso significa e com o que você deve se preocupar?

Beta é um dos mais usados e abusados indicadores financeiros. Primeiro, vamos rever o que é para, então, olhar como você pode usá­-lo adequadamente.

O beta é uma medida da volatilidade dos preços de uma ação em relação ao resto do mercado. Em outras palavras, como o preço da ação se movimenta em relação ao mercado em geral.

beta-acoes

Cálculo do Beta

O indicador é calculado usando análise de regressão. Para isso utilizamos o Ibovespa (IBOV) que possui um beta igual a 1. Porém, não há um único índice utilizado para o calcular, mas o Ibovespa é o mais comum.

  • Ações com um beta maior que 1 têm maior volatilidade que o mercado em geral e são mais arriscadas.
  • Ações com um beta igual a 1 têm preços que flutuam no mesmo ritmo que a média do mercado.
  • Ações com um beta menor que 1 têm preços menos voláteis que o mercado e são menos arriscadas.

Beta e Risco

Claro que há mais coisas que isso, pois o tamanho do risco influencia o tamanho do retorno. Assim, ações com beta alto devem ter um retorno maior, já que se você está aceitando mais risco, você espera maiores recompensas.

Por exemplo:

Se o mercado com um beta de 1 espera um retorno de 8%, uma ação com um beta de 1,5 deve retornar 12%. Se você não obter este valor, então não é uma boa oportunidade de investimento.

Ações com beta inferior a 1 podem ser um investimento mais seguro (pelo menos por este indicador) e se deve esperar um retorno menor.

Beta parece ser uma ótima maneira de medir o risco de qualquer ação. Se você olhar para uma ação de uma nova empresa de tecnologia, elas sempre apresentarão betas altos. Por outro lado, muitos serviços públicos têm betas abaixo de 1.

Encontrando Betas

Você também pode comparar o beta de uma ação com a média do setor da empresa, para, assim, obter uma ideia do mercado e saber se a ação está ou não o acompanhando.

Você pode encontrar o beta de uma ação através de serviços online, como os oferecidos pela Reuters. Basta se registrar gratuitamente para ter o beta detalhado de uma ação entre os outros indicadores disponibilizados.

Problemas com o Beta

Apesar de parecer uma boa medida do risco, existem alguns problemas em contar apenas com o valor beta para determinar o risco de um investimento.

Beta se baseia no passado e a história nem sempre é uma previsão apurada do futuro. Beta também não leva em conta mudanças em andamento, tais como novas linhas de produtos ou inovações na indústria.

Beta sugere a volatilidade do preço de uma ação relativa a todo o mercado. A volatilidade pode ter um viés para cima ou para baixo. Assim, num mercado altista, uma ação valorizando acima da tendência teria um beta superior a 1.

Como usar o Beta

Os investidores podem encontrar o melhor uso do beta na tomada de decisões de curto prazo, quando a volatilidade do preço é importante. Se você está planejando comprar e vender num curto período de tempo, beta é uma boa medida do risco.

No entanto, se usado como um único previsor de risco para investimento de longo prazo, o beta possui muitas falhas. Uma análise cuidadosa dos fundamentos de uma empresa lhe dará um retrato muito melhor do risco potencial num horizonte maior.

Quer entender melhor sobre as análises para curto prazo? Conheça o nosso guia completo de análise técnica de ações.

Ebook Análise Técnica de Ações - download

E-book - Guia de Sucesso na Bolsa de Valores
New Call-to-action

Cursos GRATUITOS sobre investimentos:

New Call-to-action